aguas brancas

sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010.
Águas Brancas
Vejo uma sombra, líquida que se move
A pele como a uma pérola no mar
Não consigo resistir à isso, sua voz no vento
Mas são meus olhos que me enganam?
É você que vejo?
Deite em meus braços
Confie naquilo que você vê
Acalme sua respiração, você estará comigo
Para encontrar seu alívio
Contemplando as ondas espumantes, tão próximas
Tudo de repente fica claro
Entorpeça com a dor, e ainda estarei esperando
A água está me puxando para perto
Você me daria boas-vindas?
Deite em meus braços
Tente não respirar
Sereno amor, você esta aqui comigo
Você não precisa dizer palavra alguma
Pelos meus erros, eu sou culpado
Nunca acreditei que tudo isso significaria cair
Eu daria minha vida, para ter você por perto mais uma vez
Me leve, você me perdoaria?

Épica

Comentários:

Postar um comentário

 
† Poemas Góticos † © Copyright 2010 | Template By Mundo Blogger |