†madrugada†

quarta-feira, 10 de fevereiro de 2010.
O sangue percorre meu corpo
Um silêncio percorre os segundos
Não sinto meus pés no chão
Sinto é um vazio imenso na alma
Uma extrema calma
Eu quero chorar e gritar
Eu quero é sumir
E caminhar na escuridão
Com o coração quebrado e sangrando
Rasgando de solidão
Vago no céu estrelado
Acabou a noite , e chegou a madrugada
Eu choro em lágrimas de sangue
Por não Ter a liberdade
Por ficar só na vontade
De poder vagar mais alto
Em trevas imensas
Em noites densas
Sob os sepulcros vazios
Agora paro, sento em um telhado
Reparo a noite, acabou a madrugada
Dormirei aqui, sob a lua
Minha branca lua
Como eu ...
meus olhos se fecham
e minha alma vaga... e assim, pra mim...
continua a madrugada...

2 Comentários:

marcos disse...

vc retrata bem o q e ser gotico sua arte e sombria e obscura para nos gotico apenas e uma arte linda e relaxante...

lady dark disse...

obrigado!!

Postar um comentário

 
† Poemas Góticos † © Copyright 2010 | Template By Mundo Blogger |