Último suspiro a

sexta-feira, 25 de junho de 2010.
Veja o nada em que me tornei
Teu silêncio é sufocante
Você poderia ver se notasse a minha medíocre existência
Não feche seus olhos agora
Logo agora que preciso de ti
Estenda a tua mão e me tire desse escuro
Aqueça-me nesse frio mórbido, nessa noite triste
Faça-me viver novamente... Se é que um dia eu estive viva
Queria sonhar novamente...
Mas tudo o que acontece é você vir,invadir a minha mente confusa
e assombrá-la,consumindo o único resto de sanidade que há em mim
enfraqueço nesse silêncio,seus olhos tão distantes que preferem fitar o nada que a mim
Não consigo dizer uma só palavra
Isso vai acumulando,acumulando,me envolvendo...
Sufocando-me, me possuindo, me matando...
Despedaçada...
Veja o que está diante de ti, não feche os olhos
Não seja mais um a fazer isso comigo
Este é o meu último suspiro que deixo para ti...

Comentários:

Postar um comentário

 
† Poemas Góticos † © Copyright 2010 | Template By Mundo Blogger |