Desire

sexta-feira, 19 de novembro de 2010.

Minha doce faca... Querida navalha

Caminho nessa noite fria inerte

Estou a delirar

Ofegante de tanto sofrer

Chorando, não querendo mais ver o amanhecer

Sinto meu sangue correr... Penso em você

Minha querida navalha

Desejo-te

Um desejo submisso

Quero-te

Rasgue-me...

Deito em minha cama e sinto a brisa

Existente apena em minha mente

Estou com pessoas ao meu redor

Mas estou sozinha em minha agonia...

Amo-te doce faca, ande corte-me, rasgue-me

Olhe este sangue

Sangue vermelho

Sangue sofrido

Doce sangue

Que delicia é o prazer que você me oferece

Adoro sentir você rasgando-me

Ferindo-me tão cruelmente!

Oh!Que prazer

Doce faca minha amada

Corte-me, rasgue-me com tua lâmina

Afaste de mim a dor que sinto em meu coração

Traga-me o prazer da sensação

Do teu amor...

Lhe desejo querida

Desejo-lhe mais que minha própria vida!...

Lady Dark

Comentários:

Postar um comentário

 
† Poemas Góticos † © Copyright 2010 | Template By Mundo Blogger |