Sober...

quarta-feira, 5 de janeiro de 2011.
Oh Rosa do cemitério
Onde enterraste meu coração
Estas ao lado de teu sepulto?

Oh Girassol sem sol
Permita-me ficar sóbrio diante de tua rosa
Conseguirei ficar sóbrio diante desta flor?

Rosa amo-te na imensidão de minha existência,
Na inabalável dualidade da nossa união
Horas providos e desprovidos de paz

Girassol, cujo eclipse confunde-lhe
serei dono de tua rosa no
cemitério
Desse modo, creio eu que obtenha teu coração...

Comentários:

Postar um comentário

 
† Poemas Góticos † © Copyright 2010 | Template By Mundo Blogger |