Condenada...

quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011.
Passos, almas mortas vagando no escuro
condenadas ao destino de estar neste mundo
com suas vestes negras sem cor sem vida
sem uma história de amor
ou mesmo de dor, restos do nada rascunho
de deus, almas sem rumo vagando pela terra
andando entre almas que nasceram belas,
com vida e amor uma razão para existir
com o privilégio de chorar
e ter alguém prá sorrir, almas mortas
cheias de ódio, de mágoa e rancor ódio
da vida que nunca se viu e do vazio,
que o coração sangrando sempre sentiu
Sofrendo com a dor dizendo com lágrimas
o que a boca calou chorando sozinha
a profunda agonia de ser
uma alma morta condenada à estar viva.

4 Comentários:

Whispers disse...

Lindo teu blog
Tua escrita demonstra a sensibilidade da tua alma
Beijos
Whispers

Minor Heaven disse...

Òtima sensibilidade...poemas muito expressivos...meus parabens!
Beijos cálidos.

"Minor Heaven"

lady dark disse...

muito obrigado Whispers e Minor heaven ♥

Jailson disse...

Este foi, em minha opinião, o poema mas belo do blog, talvez um dos melhores que já tenha lido. Mostra bem a sensibilidade de sua alma, e toda melancolia nela contida.

Esse sim é um poema que expressa ao máximo o que é o movimento gótico, sem igual.
Parabéns.

Postar um comentário

 
† Poemas Góticos † © Copyright 2010 | Template By Mundo Blogger |