10

Preso

terça-feira, 21 de junho de 2011.

Feixes de luz entram
Nesta prisão escura
eu me ajoelho e suplico.
sempre desamparado, sempre perdido,
Preso aqui
Esperando o julgamento final

Formas angelicais feitas em painéis de vidro,
se juntam com a poeira, dançando no ar
formando uma imagem em minha mente,
penetrando minha alma secreta.

Lágrimas em um rosto imortal.

Eu levanto minha cabeça, agora
clamando por
essa salvação alheia.
Lady Dark

Leia Mais...
3

Meu Inferno

sexta-feira, 17 de junho de 2011.

Ao redor, os anjos se reúnem.
Meu medo cresce à medida que o
golpe da morte cai contra o meu coração.
Ele esmaga-me,
O sangue escorre para a terra sedenta
em agonia peço perdão
enquanto caio
As sombras pairam sobre minha cabeça
Dançando...uma dança macabra
A dança da vitoria!!
As portas do abismo se abrem para minha chegada
Olhos selvagens me fitam
Agora sozinha, o meu grito de
misericórdia cai sobre os olhos frios.
Este é o meu Inferno!
Lady dark
Leia Mais...
9

I hate you

domingo, 12 de junho de 2011.

o que você fez?
uma nuvem negra de traição
como emoções sangram
uma vez que provei da felicidade,
contente de
coração e inocente!!
mas o seu coração se escondeu
atrás de mentiras doentias
Lagrimas de dor queimam o meu rosto
A solidão me consome
Pobre coração dilacerado
em uma tempestade de ódio,
eu odeio você!!
Lady Dark
Leia Mais...
O que você arruinou?
uma nuvem negra de traição como se contorcer pensamentos.
uma vez que bebeu de inocência,
infantil e de olhos arregalados,
mas o seu coração morreu.
uma visão odiosa de memória -
lágrimas de chuva siga, siga, dor
amor despedaçado.
em uma tempestade de ódio,
Eu ainda te amo.

Leia Mais...
5

Morte (hora de delírio)

sexta-feira, 10 de junho de 2011.

Eu gosto muito desse poema e Junqueira Freire
então decidi posta-lo aqui espero que gostem!!
o-rosto-da-morte
Pensamento gentil de paz eterna,
Amiga morte, vem. Tu és o termo
De dous fantasmas que a existência formam,
- Dessa alma vã e desse corpo enfermo.
Pensamento gentil de paz eterna,
Amiga morte, vem. Tu és o nada,
Tu és a ausência das nações da vida,
Do prazer que nos custa a dor passada.

Pensamento gentil de paz eterna,
Amiga morte, vem. Tu és apenas
A visão mais real das que nos cercam,
que nos extingues as visões terrenas.
-------------------------------------------------------
Amei-te sempre: - e pertencer-te quero
Para sempre também, amiga morte.
Quero o chão, quero a terra, - esse elemento
Que não se sente dos vaivéns da sorte.
(Junqueira Freire)
Leia Mais...
5

Lembre-se da morte!

domingo, 5 de junho de 2011.
Eu sou a doença,
apertando sua garganta para que você mal conseguia respirar.
Eu sou a doença,
Eu prometo a você eu nunca vou enganar.
Eu sou a doença,
Você pensou que eu era o amor e acabou por ser ódio,
Eu sou a doença,
Você está mentindo seu sofrimento é algo que é ótimo.
Eu sou a doença,
Por que vocês estão tentando me empurrar para longe,
Eu sou a doença,
Eu sou a figura escura que leva seus amigos extraviados.
Eu sou a doença,
Infectando sua mente e sua alma
Eu sou a doença,
doença mental que ajuda você a perder o controle.
Eu sou a doença,
às vezes, disfarço-me como culpa,
Eu sou a doença,
Eu sou um mistério da história.

Eu sou uma doença,
Eu sou uma maldição,
Eu sou a cura para o planeta,
ainda um perigo para você.
Um ciclo,
levar os humanos a seu fim,
e trazendo a terra para um novo começo,
Eu sou o demônio que vive dentro de você,
Eu dou-lhe a tentação para que você continue a pecar.
Lembre-se da morte!
Leia Mais...
0

† You †


Nunca toquei você mas sinto você
Nunca olhei para você mas sei como é você
Nunca beijei você mas sinto o gosto dos seus lábios
Nunca estive próximo de você
mas sinto sua presença aqui
Nunca andamos de mãos dadas
mas sinto o calor de suas mãos suaves e macias
Você e apenas um ser que minha mente insana criou
Você nunca existiu mas eu te amo!
Lady Dark
Leia Mais...
9

Minha solidão

sábado, 4 de junho de 2011.


Eu estou caindo em sono profundo
Para escapar da realidade
Mas a dor ainda está dentro de mim
Devo matar-me para libertar minha alma?
Ou devo apenas deixar o vazio me abraçar tão facilmente?

Sob o meu sono interminável
Eu ouço a voz perdida
Ela me assombra
Me vejo perdida nesse lugar
Minha esperança caindo como folhas de outono


Minha mente ainda procura fragmentos de sanidade
E aos poucos estou afundando
Nem um anjo poderia salvar-me dessa loucura.
Lady Dark
Leia Mais...
0

Ainda me lembro

Ainda me lembro do sabor de sua pele
Ainda me lembro do gosto de suas lágrimas,
Ainda me lembro de tudo que você disse,
Todas as palavras e o que elas significavam.

Suas lágrimas ainda queimam a minha pele,
Todos os seus medos estão afundando em mim,
Todas as palavras que foram ditas,
Suas lágrimas
Deslizando através de seus olhos como a chuva caindo,

Ainda me lembro de seu primeiro toque,
Deixei meu interior frio e insensível,
E todas as coisas que foram deixadas para mim,
Eu ainda me lembro...
Lady Dark
Leia Mais...
 
† Poemas Góticos † © Copyright 2010 | Template By Mundo Blogger |