19

Efêmero

quinta-feira, 13 de setembro de 2012.

Poemas Góticos esta de volta após algum tempo em inércia, refletindo em nossos caos eu e a Lady estamos voltando. Sabe queridos leitores às vezes é preciso mergulhar no interior do nosso proprio vazio, sentir um tudo dentro desse vazio que existe em nós... Estou isolado nas masmorras do meu eu, tenho o silêncio como meu advogado, e a solidão como minha sentença... Se soubesse quão bom seria o planeta solidão, já teria migrado a muito para esse... Deixo a vocês um belo poema de Maria Fallen... Aqui nos encontraremos secretamente uma vez por semana, com as negras poesias envolto as nossas almas e o negrume a alimentar nosso espíritos... Fael...

                        † Efêmero

Efêmero, mortiço és...
Vida agonizante, angustiante
Efêmero amor que carece
Aflição a cada alvorecer...
Fastidioso, moroso funesto és...
Óh alvorecer...
Vida nefasta...
Que dura a fenecer...
Mortificar... és o bálsamo...
Mortífero alvorecer...
Efêmera morfina, que emana o meu ser.
Mortúario alvorecer...

                       [Maria Fallen]
Leia Mais...
 
† Poemas Góticos † © Copyright 2010 | Template By Mundo Blogger |